Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2011

Ninguém quer o FMI, nem o Egipto. Dá-me ideia que, ainda assim, preferem o Mubarak...

 

Uma notícia do Correio da Manhã, citando a agência de notícias oficial egípcia, revela que o governador do Banco Central do Egito, Farouk el-Okda, enviou na sexta-feira uma mensagem oficial ao FMI a informar que o governo egípcio não precisa de auxílio monetário ou financeiro e a prometer medidas para enfrentar a crise económica.

 

Ninguém quer o pobre do FMI, nem o Egipto, dá-me ideia que ainda assim preferem o Mubarak.

publicado por Maria Teixeira Alves às 17:47
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28


.posts recentes

. Ninguém quer o FMI, nem o...

.arquivos

. Fevereiro 2011

.favorito

. Faço minhas as indignaçõe...

. Amigos?

. A dualidade do tempo para...

. Já pensou quais são os ri...

. Não estão tempos para gra...

. Jerónimo não vê, não fala...

. a brisa de esquerda...

. Crédit Agrícole prepara "...

. Um referendo, pelo menos

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub